COMO SURGIU A FAIXA DO CIDADÃO

MANUAL DA FAIXA DO CIDADÃO - PX

“Central operacional da Faixa do Cidadão.”

Boletim Informativo

“Central operacional da faixa do cidadão.”

“Uma família a serviço da comunidade.”


             Em primeiro lugar, nós da COFC/DF, desejamos a você e todos do QTH de família, um 2013 com muita Paz, Amor, Saúde e Prosperidade.

          E em segundo lugar pedir a colaboração do nobre amigo e amiga operadora da faixa para nos ajudar a divulgar em seu canal de QSO de sua cidade ou estado, a nossa “Maratona Operacional” referente a “Comemoração do aniversario da Faixa do Cidadão, que será realizado no próximo dia 26 de janeiro de 2013”, Onde estará completando 43 anos de existência de forma oficial (26/01/1970) em todo território nacional.

          Já é do conhecimento de todos, que desde o nascimento da FC até os dias de hoje, que nós operadores, já realizamos vários tipos de trabalhos voluntários, tais como: Pesquisa sobre localização de medicamentos de um estado pro outro, desaparecimento de pessoas, transmissões e informação de furto de carga e veículos, doações de roupas e alimentos e varias outras iniciativas que nós operadores tomamos para ajuda pessoas que por algum motivo venha a precisar desse serviço.

         *No dia 26/01/2013 estarei divulgando a maratona no canal 60 USB das 06h00min as 00h00min.

           Quero aproveitar esse informativo para convidá-lo e pedir a gentileza que estenda este convite a todos os operadores do território nacional e regional que o colega conseguir modular em seu canal de QSO, para ambos participar de uma exposição comemorativa aos 43 anos da “Faixa do Cidadão-PX”, que nós operadores da COFC/DF estaremos realizando em abril, junto com as comemorações dos 53 anos da Capital Federativa do Brasil (Brasília) onde a cidade estará recebendo um publico de mais ou menos 40 mil pessoas a nível nacional e internacional.

Com está oportunidade, nós operadores da COFC/DF, iremos mostrar e demostrar  para todos que visitarem nosso estande, o trabalho brilhante que a Faixa do Cidadão-PX de todo Brasil desenvolve em pró da comunidade através do rádio, recorde de jornais de várias parte do Brasil, com matérias falando sobre trabalhos realizado por operadores da FC, revistas, fotos, vídeos com trabalhos, campanhas e documentários realizados também por operadores da FC, e cartões de QSL recebido de várias partes no mundo.

         Além disto, estaremos exibidos através de vídeos, cenas de filmes como: Com boy, Alta Frequência e outros, mostrado em suas cenas a utilização do rádio de comunicação tanto da Faixa de 11 metros como das Faixas utilizadas pelos radio amadores para resolver ou solucionar algum tipo de problema. 

         Com esta exposição, queremos mostrar a todos, que nós operadores juntamente com nossos equipamentos de comunicação mesmo com toda a tecnologia que existe, continuamos ainda sendo muito útil a população e as autoridades competentes sempre que for necessário.

Por isso, caso o amigo ou amiga, dispõe de algum tipo de material (recorde de jornais, revistas, fotos, catões e vídeos) ou nome de filme que apareça cenas de rádios sendo utilizado por operadores da FC ou radioamadores que queira mostrar em nossa exposição, que nós envie, pois ficaremos muito agradecido.

          Há! Se caso em sua cite ou estado resolverem também realizar algum tipo de evento em comemoração ao aniversário da Faixa do Cidadão, que o amigo registre tudo com fotos ou vídeos e nos envie antes de abril, para que possamos engrandecer a nossa exposição perante as autoridades competente de nossa capital Brasília/DF.

Desde já, receba os nossos sinceros agradecimentos pela compreensão de todos vocês, e informações que estaremos aguardamos a suas informações  para que possamos engrandecer ainda mais a nossa Faixa do Cidadãs-PX.

           *Aproveito também para convida-lo a nos visitar nos seguintes endereços eletrônicos e se possível, divulgue para outros companheiros da FC.

 

 

1º encontro dos rádios operadores do DF

Grupo Mutum de rádios Expedição

Grupo Fênix.GO

Maiores informações através do nosso endereço:

PX9A 4875 / PU2 CBN QRA: Costa

Quadra. 09 conjunto. F casa. 23 Paranoá/DF

CEP: 71.570-006  Canal de QAP: 60 USB

E-mail: costa.df@terra.com.br

Tel. Contato: (61)3369-1115 / (61) 9991-4074

Nextel: ID 50*1918

 

Rádio do Cidadão

            O Rádio do Cidadão é o serviço de radiocomunicações de uso compartilhado para comunicados entre estações fixas ou móveis, realizados por pessoas físicas, utilizando o espectro de freqüências compreendido entre 26,96 MHz e 27,61 MHz.

  Requisitos para execução do Serviço Radio do Cidadão 

 

        Os equipamentos destinados ao Serviço Rádio do Cidadão devem satisfazer aos seguintes requisitos:

  • os transmissores devem ser modulados em amplitude e a máxima largura da faixa ocupada pelas emissões em fonia não deverá exceder a 8 KHz para modulação em faixa lateral dupla e 4 KHz para modulação em faixa lateral singela como portadora suprimida (a banda passante de áudio deverá iniciar o corte em 2,5 KHz com 1dB/oitava com o índice mínimo)
  • a atenuação do segundo harmônico ou de outras emissões espúrias iguais ou maiores deve ser superior a 60 dB em relação à portadora para emissões em faixa lateral dupla ou em relação à potência de pico de envoltória para emissões em faixa lateral singela com portadora suprimida
  • a atenuação das demais emissões espúrias deve ser superior a 40 dB em relação à portadora para emissões em faixa lateral dupla ou em relação a potência de pico de envoltória para emissões em faixa lateral singela com portadora suprimida
  • a atenuação da portadora e da faixa lateral não desejada, para equipamentos que utilizem emissão em faixa lateral singela com portadora suprimida deverá ser maior do que 40 dB em relação à faixa lateral desejada
  • os transmissores para telecomando devem ser modulados em amplitude empregando tons ou telegrafia por onda contínua, devendo a máxima largura de faixa ocupada não exceder a 8 KHz e a atenuação de emissões não essenciais ser superior a 40 dB em relação à portadora
  • a estabilidade de freqüência deve ser igual ou melhor que +0,005% para variações de temperatura de -5ºC e para variações ±15% da tensão nominal de alimentação
  • a potência média permitida à saída do transmissor será de: 7W para telecomando - potência da portadora; 7W para emissões em faixa lateral dupla-potência da portadora; 7W (21W PEP) para emissões em faixa lateral singela com portadora suprimida.

 

       Para a operação das estações do Serviço Rádio do Cidadão, devem ser obedecidas as seguintes regras:

  • antes de transmitir, o operador verificará se o canal está livre
  • nenhuma chamada será repetida mais de três vezes consecutivas, passando o operador imediatamente à escuta
  • uma vez estabelecida a comunicação, em cada câmbio, deverá ser mencionado o indicativo de chamada de ambas as estações em contato
  • o indicativo de chamada será sempre declarado completo, sem supressões ou acréscimos de qualquer espécie
  • nenhuma transmissão entre estações excederá à duração de três minutos, exceto nos casos de emergência.

 

      Estão dispensadas do cumprimento dessas regras as estações de telecomando, devendo seus operadores limitar as transmissões ao tempo estritamente necessário ao controle dos dispositivos.

 

 

BAIXE O REQUERIMENTO PARA O SERVIÇO RÁDIO DO CIDADÃO - CONHECIDO COMO PX

requerimento FAIXA DO CIDADÃO.pdf
Adobe Acrobat Document 287.0 KB

Baixar, preencher, assinar conforme documento de Identidade apresentada, anexar cópia autenticada da RG, cópia simples do CPF, comprovante de residência; no campo 8 (OBS:), informar solicitação para a INCLUSÃO NO SERVIÇO RÁDIO DO CIDADÃO, de uma estação MÓVEL ou FIXA, ou as duas conforme  interesse.

 

Mandar par ao seguinte endereço:afiliados

 

ANATEL

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

GERÊNCIA DE OUTORGA DO PARANÁ -  ER03OT

Rua Vicente Machado, n° 720 – Batel

CEP:  80420-011 - Curitiba/PR.

PX - UM PAPO SÉRIO, TIRANDO A LICENÇA

RADIO DO CIDADÃO - UM HOBBIE DIFERENTE

APOSTILA DO PXCLUBE

Baixe a nossa Apostila de conhecimentos para o serviço Radio do Cidadão - PX, boa leitura.
apostila px clube de francisco beltrao-1
Adobe Acrobat Document 615.8 KB

 

Resolução nº 444, de 28 de setembro de 2006

 

Aprova o Regulamento sobre Canalização e Condições de Uso da Faixa de Radiofreqüências de 27 MHz para o Serviço de Rádio do Cidadão.

Observação: Este texto não substitui o publicado no DOU de 10/10/2006.

 

O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 22 da Lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997, e pelo art. 35 do Regulamento da Agência Nacional de Telecomunicações, aprovado pelo Decreto nº 2.338, de 7 de outubro de 1997;

CONSIDERANDO o disposto no inciso VIII do art. 19 da Lei nº 9.472, de 1997, que atribui à Anatel a administração do espectro de radiofreqüências, expedindo os respectivos procedimentos normativos;

CONSIDERANDO os termos dos artigos 159 e 161 da Lei nº 9.472, de 1997, segundo os quais, na destinação de faixas de radiofreqüências será considerado o emprego racional e econômico do espectro e que, a qualquer tempo, poderá ser modificada a destinação de radiofreqüências;

CONSIDERANDO o disposto no inciso I do art. 214 da Lei nº 9.472, de 1997, segundo o qual, os regulamentos, normas e demais regras em vigor serão gradativamente substituídos por regulamentação a ser editada pela Agência;

CONSIDERANDO a solicitação para ampliar o número de canais de radiofreqüências previstos na regulamentação em vigor, Norma nº 01A/80, aprovada pela Portaria MC nº 218, de 23 de setembro de 1980;

CONSIDERANDO as contribuições recebidas em decorrência da Consulta Pública nº 687, de 11 de abril de 2006, publicada no Diário Oficial da União de 12 de abril de 2006;

CONSIDERANDO deliberação tomada em sua Reunião nº 411, realizada no dia 27 de setembro de 2006,

RESOLVE:

Art. 1º Aprovar o Regulamento sobre Canalização e Condições de Uso da Faixa de Radiofreqüências de 27 MHz para o Serviço de Rádio do Cidadão, na forma do Anexo a esta Resolução.

Art. 2º Destinar a sub-faixa de 26,960 MHz a 27,860 MHz para o Serviço Rádio do Cidadão, em caráter secundário e uso não exclusivo.

Art. 3º Este Regulamento substitui os itens nº 1, 3, 4, 5, 6 e 7 da Norma nº 01A/80, aprovada pela Portaria MC nº 218, de 23 de setembro de 1980, do Ministério das Comunicações, publicada no Diário Oficial da União de 3 de outubro de 1980, que regulamenta o Serviço Rádio do Cidadão.

Art. 4º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

PLÍNIO DE AGUIAR JÚNIOR
Presidente do Conselho

 

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº 444 DE 28 DE SETEMBRO DE 2006

 

REGULAMENTO SOBRE CANALIZAÇÃO E CONDIÇÕES DE USO DE RADIOFREQüÊNCIAS DA FAIXA DE 27 MHz PELO SERVIÇO RÁDIO DO CIDADÃO

CAPÍTULO I

Das Disposições Gerais

Art. 1º Este Regulamento tem por objetivo estabelecer as condições de uso da faixa de radiofreqüências compreendida entre 26,960 MHz e 27,860 MHz por sistemas analógicos do serviço móvel, conforme definido no Regulamento de Radiocomunicações da União Internacional de Telecomunicações - UIT (1.24), em aplicações do Serviço Rádio do Cidadão.

 

CAPÍTULO II

Da Canalização

Art. 2º A faixa de radiofreqüências de 26,960 MHz a 27,860 MHz está dividida em canais com separação de 10 kHz entre portadoras adjacentes e as freqüências nominais das portadoras estão listadas na Tabela 1.

 

Tabela 1

Freqüências nominais das portadoras dos canais para uso do Serviço Rádio do Cidadão

Canal nº

Freqüência da Portadora (MHz)

1

26,965

2

26,975

3

26,985

1T

26,995

4

27,005

5

27,015

6

27,025

7

27,035

2T

27,045

8

27,055

9

27,065

10

27,075

11

27,085

3T

27,095

12

27,105

13

27,115

14

27,125

15

27,135

4T

27,145

16

27,155

17

27,165

18

27,175

19

27,185

5T

27,195

20

27,205

21

27,215

22

27,225

23

27,255

24

27,235

25

27,245

26

27,265

27

27,275

28

27,285

29

27,295

30

27,305

31

27,315

32

27,325

33

27,335

34

27,345

35

27,355

36

27,365

37

27,375

38

27,385

39

27,395

40

27,405

41

27,415

42

27,425

43

27,435

44

27,455

45

27,465

46

27,475

47

27,485

48

27,505

49

27,515

50

27,525

51

27,535

52

27,555

53

27,565

54

27,575

55

27,585

56

27,605

57

27,615

58

27,625

59

27,635

60

27,655

61

27,665

62

27,675

63

27,705

64

27,685

65

27,695

66

27,715

67

27,725

68

27,735

69

27,745

70

27,755

71

27,765

72

27,775

73

27,785

74

27,795

75

27,805

76

27,815

77

27,825

78

27,835

79

27,845

80

27,855

CAPÍTULO III

Das Características Técnicas

Art. 3º Na execução do Serviço Rádio do Cidadão, os transmissores devem operar com modulação em amplitude (AM) ou em freqüência modulada (FM) e a máxima largura de faixa ocupada pelas emissões em fonia não deve exceder a 8 kHz para modulação em faixa lateral dupla (DSB) e a 4 kHz para modulação em faixa lateral singela (SSB) com portadora suprimida.

Parágrafo único. A banda passante de áudio deve iniciar o corte em 2,5 kHz com 15 dB por oitava, como índice mínimo.

Art. 4º A atenuação do segundo harmônico ou das emissões harmônicas de ordens maiores deve ser superior a 60 dB, em relação à portadora para transmissões em faixa lateral dupla, ou em relação à potência de pico da envoltória (PEP) para transmissões em faixa lateral singela (SSB) com portadora suprimida.

Art. 5º A atenuação das demais emissões espúrias deve ser superior a 40 dB, em relação à portadora para transmissões em faixa lateral dupla, ou em relação à potência de pico da envoltória para transmissões em faixa lateral singela com portadora suprimida.

Art. 6º A atenuação da portadora e da faixa lateral não desejada, para equipamentos que utilizem transmissões com faixa lateral singela e portadora suprimida, deve ser maior do que 40 dB em relação à faixa lateral desejada.

Art 7º Os transmissores para telecomando devem operar com modulação em amplitude utilizando tons de telegrafia por onda contínua, devendo a máxima largura de faixa ocupada não exceder a 8 kHz e a atenuação das emissões não essenciais ser superior a 40 dB, em relação à portadora.

Art. 8º A estabilidade de freqüência deve garantir uma variação máxima de ± 50 ppm (partes por milhão), para variações de temperatura de –10°C a +55°C e variações de ±15 % da tensão nominal de alimentação.

Art. 9º A potência média da portadora na saída do transmissor fica limitada a 10 watts (RMS) para operações com telecomando e para emissões em faixa lateral dupla. E, no caso de emissões em faixa lateral singela com portadora suprimida, a potência média na saída do transmissor limita-se a 25 watts (PEP).

 

CAPÍTULO IV

Das Condições Específicas de Uso

Art. 10 Os usuários dos canais de nº 1 ao 28, constantes na Tabela 1, devem aceitar interferência prejudicial resultantes da emissão dos equipamentos utilizados em aplicações Industriais, Científicas e Médicas (sigla em inglês: ISM) que podem utilizar a sub-faixa de radiofreqüências de 26,957 MHz a 27,283 MHz.

Art. 11 As estações poderão operar em qualquer dos canais constantes da Tabela 1 do Art. 2º, exceto aqueles designados para atender situações de emergência, chamada e escuta, ao uso em rodovias ou à transmissão de sinais de telecomando, listados a seguir:

I - O canal 9 é restrito ao tráfego de mensagens referentes a situações de emergência em todo território nacional;

II - O canal 11 é restrito a chamada e escuta em todo território nacional;

III - O canal 19 é restrito ao uso em rodovias em todo território nacional;

IV - Os canais 1T, 2T, 3T, 4T e 5T são para uso das estações de telecomando, de acordo com o Regulamento sobre Equipamentos de Radiação Restrita.

§ 1º É vedada a utilização simultânea de mais de um canal por qualquer estação.

§ 2º Em caso de necessidade, as estações de telecomando podem utilizar também o canal 23.

§ 3º Não é permitida a transmissão de qualquer outro tipo de informação pelas estações de telecomando.

CAPÍTULO V

Das Disposições Finais e Transitórias

Art. 12 A Agência, a partir da publicação deste regulamento, não expedirá novas autorizações de uso de radiofreqüências e nem licenciará novas estações do Serviço Limitado Privado na subfaixa de 26,960 MHz a 27,860 MHz.

Art. 13 As estações atualmente licenciadas para o Serviço Limitado Privado, operando na subfaixa de radiofreqüências de 27,610 MHz a 27,860 MHz, de acordo com a regulamentação pertinente, passam a operar em caráter secundário, a partir da publicação deste regulamento.

Art. 14 As estações devem ser licenciadas e os equipamentos de radiocomunicações devem cumprir os requisitos do Regulamento de Certificação e Homologação de Produtos para Telecomunicações, aprovado pela Resolução nº 242 da Anatel, de 30 de novembro de 2000.

Art. 15 As estações devem atender à Resolução nº 303, de 2 de julho de 2002, sobre Limitação de Exposição a Campos Elétricos, Magnéticos e Eletromagnéticos, na faixa de 9 kHz a 300 GHz.

 

Art. 16 A Anatel poderá determinar a alteração dos requisitos estabelecidos neste regulamento, caso necessário para otimização do uso do espectro de radiofreqüências.